Arquivo

Posts Tagged ‘alimentação’

recomendações: shit my kids ruined

Hoje vou na contra-mão.

Enquanto todo mundo tá encantado com o blog da mãe que tira fotos da filhinha dormindo, vou alertar quanto ao lado negro desses pequeninos seres, mostrando o que eles fazem quando estão acordados!! Visite o blog Shit My Kids Ruined, e conheça o potencial para destruição que existe dentro da sua casa.

Aqui tivemos a nossa versão, com o Sr. D destruindo um rolo de papel higiênico, dentro da despensa. Enquanto acabava silenciosamente com o rolo, longe dos olhos de todos, ele gorfou. E para limpar a boca, resolveu comer um pouco de papel.

shit, sr. d ruined

——-
A familia Paiéquemcria cultiva estranhos hábitos alimentares. Moscas, moedas, salsichas descascadas…
Anúncios

sr. paiéquemcria na revista crescer!!

A vida da gente é feita de contradições. Eu me contradizo sempre.

A Revista Crescer de agosto convidou cinco pais “blogueiros”, para darem dicas diferentes de cuidados com os filhos.

Adivinha qual o tema que me convidaram? Alimentação. O cara da salsicha descascada convidado para dar dicas de alimentação. Vê se pode.

A matéria foi dividida em cinco temas. Saúde (com o Aggeo Simões, pai da Ava), alimentação (comigo, vejam só…), viagem (com Gustavo Guimarães, pai do Matheus), tecnologia (com Jorge Freire, pai do Leonardo) e casamento (Renato Kaufmman, pai da Lúcia e padrastro da Maria). O nome de cada pai tá “linkado” com o blog deles. Recomendo a visita.

A matéria completa pode ser vista aqui, e a minha parte, aqui. Ou comprar a revista na banca, página 40. É a matéria de capa “Com a palavra, o pai”, feita pela Thais Lazzeri, editora-assistente de saúde e gravidez na revista e dona do blog “Comer é um Barato”.

Agora tô que não me aguento: entrevista para o blog da Ana Maria, citação no Podbility (Podcast da Bullet), Revista Crescer e até citação do Criador.

Só me falta a televisão. E o glamour.

——-
Sr. Paiéquemcria está nojento, “meu amor”.

controle de qualidade de batatas-fritas que fazem “creck”

Sou péssimo exemplo de alimentação para os meus filhos. Fato.

Tudo aquilo que te dizem quando é jovem, de que “quando você tiver filhos, você vai ver”, é uma dolorosa verdade. Acho que a primeira experiência que você tem desse tipo é na hora de alimentar seus filhos.

Minha mãe sempre nos deu a liberdade de comer o que queríamos. Pelo menos o que nosso dinheiro podia nos dar.

Sempre fui o filho mais chato na hora de comer. Meus irmãos não deram o trabalho que dei aos meus pais. Minha mãe, corajosa, descascava salsicha para o seu primogênito. Você já tentou tirar a pele de uma salsicha? Tarefa quase impossível, principalmente para quem ainda tinha que servir a refeição para 3 crianças. Batata frita? Eu só comia se ela fizesse “creck”. Sério. Algumas batatas eram rejeitadas de meu prato pelo aspecto, outras eu quebrava, mas algumas poucas eu só descobria testando, na mordida. Não fez “creck”, não comia.

Enquanto a Srta. B era pequena, minha autoridade bastava. Tem que comer porque é importante, faz bem, deixa forte. Agora, adolescente, ela reclama mais do que nunca. Só tenho duas opções: ou imponho minha autoridade de pai, ou provo o danado do repolho. Dar o exemplo, dizem, em uníssono, minha mãe e minha esposa.

Aliás, não recomendo esse dialogo na frente de nenhuma avó. É um momento que deve dar uma grande satisfação aos pais. Não é vingança, tá mais pra uma coisa de continuidade, de se enxergar nos filhos, coisa e tal. Tanto pro bem quanto pro mal, deve ser bacana ver isso acontecer. Mas como avô ou avó, não como pai ou mãe.

Nunca tive que descascar salsicha, ainda bem. Srta. B não come de tudo, mas come bem. Sr. D, foi apelidado pela vovó materna de garoto-avestruz, também não tem me dado trabalho.

——-

O Sr. Paiéquemcria merece as cutucadas da vovó.