Arquivo

Archive for the ‘nostalgia’ Category

hakuna ou hatuna?

Como nerd convicto, sempre tento dividir meus gostos com outras pessoas. Mau de nerd. Nerd que é nerd adora incomodar a todos com o que acha bom.

Filho de nerd é quem sofre mais. O pai interfere na escolha de brinquedos, livros, roupas, etc… “Quer uma dessas bolas? Leva essa aqui, ó, do Quarteto Fantástico!”, “Bexiga? Backyardigans é chato, olha essa do Homem-Aranha!”.

Bat-D

Bat-D

Com cinema é a mesma coisa. Quando a Srta. B era pequena, gostava muito de Castelo Ratimbum. Com dois aninhos, fomos ao cinema. Ficou quietinha, pra variar não deu trabalho. Do tempo de VHS, era viciada em Balto e Rei Leão. A fita do Rei Leão estragou de tanto ser vista. Arrebentou dentro do videocassete. Nessa época ganhou um Timão Pumba, o javali do filme.

Veio a Pixar, com seus filmes, e comecei o treinamento nerdização da Srta. B: filme novo? Pré-estreia + brinquedo + pré-venda de DVD = coleção em dia.

A Srta. B sempre gostou de ler e de ver filmes. De todo tipo. Hoje a adolescência privilegia comédias românticas e filmes de terror, mas compartilhamos bons filmes.

Agora com 2 aninhos, Sr. D entra na fase de loop infinito de filme preferido. Fica enfeitiçado por Toy Story. Pode ser o 2 ou o 3, o primeiro não serve. Se não tem o Bala no Alvo, não é bom. Tem que ter cavalo, Sr. D adora cavalos. Assistindo Spirit, ele quase entrou em êxtase.

Hoje o Timão Pumba da Srta. B está passando por maus bocados com o Sr. D. Ele cismou que o javali na verdade é um cavalo, e cavalga o bichinho pela casa toda. Se não está cavalgando, está sendo arrastado pela presa.

Pumba-pocotó, agora banguela, para tristeza da Srta. B

Pumba-pocotó, agora banguela, para tristeza da Srta. B

Em agosto, para delírio de toda a família, fomos convidados para assistir Rei Leão 3D. Aproveitamos minhas férias, e pegamos a sessão fechada às 10h da manhã.

Sr. D quietinho o filme todo, fora do seu padrão de comportamento. Quem não ficou, ou melhor, ficaram fora do padrão, foram a Sra. Paiéquemcria e Srta. D.

A nostalgia tomou conta das duas, que reproduziram todos os diálogos e canções do filme. Ainda bem que no fundo do cinema estava tranquilo, com as últimas fileiras vazias.

O filme parece ter sido feito para a experiência 3D. Abertura, musicais, cenas de ação, tudo contribuiu para que o filme ficasse ainda mais bacana. Não percebi nenhuma alteração no filme. Nada foi editado, a dublagem mantida. Recomendo o programa!

Sr. D e o Tocotocotá

Sr. D e o Tocotocotá: Pose pra foto

Só uma coisa que eu nunca entendi no filme: é Hatuna ou Hakuna Matata?

"Who cares, pai!? Fui!"

"Who cares, pai!? Fui!"

caranguejos, batatinhas e o sr. tumitinhas

Depois do post falando da transferência de responsabilidade, e de ler outro falando da mudança que fizeram na música “Atirei o pau no gato“, fiquei pensando em músicas de crianças.

Um de nossos vizinhos é uma Escolinha Infantil, e hoje estavam cantando:

“Palma, palma, palma, pé, pé, pé, roda, roda, roda, caranguejo peixe é!”

Tsc, tsc… Estão ensinando errado nossas crianças. Caranguejo não é peixe, nem no fundo (ou vasanga, ou vasante) da maré nem em lugar nenhum. É um crustáceo.

E a tal da “Batatinha quando nasce, se esparrama pelo chão”. Conhece? Porque uma batata se espalharia? Desperdício de alimentos? Diz-se que esse é o maior virundum de todos os tempos. O correto seria “espalha ramas pelo chão”. Faz todo sentido, espalhar os ramos da planta pelo solo.

E o Tumitinhas? Cresci achando que Tumitinhas era alguém, e adulto, acho um absurdo alguém dar um anel de vidro. Me iludiram por anos. “O anel que tu me destes, era vidro e se quebrou, o amor que Tumitinhas era pouco e se acabou.”

Precisamos prestar atenção ao que ensinamos aos nossos filhos.

——-
Sr. Paiéquemcria acha que deveriam aplicar a Lei Maria da Penha no Sr. Cravo. Enquadrado, nunca mais iria deixar a Rosa despedaçada.

beijos, colinhos e canções

Todo mundo tem uma música que lembra alguém, principalmente os casais.

Com a Sra. Paiéquemcria, tenho várias.

Música do primeiro beijo, do bilhetinho trocado na escola, dos tempos díficeis…

Eu tenho minha canção com a Srta. B. Pra falar a verdade, duas.

Ela era bem pequenininha, nem lembro a idade dela (uns 2 ou 3 anos, talvez), mas cabia no meu colo, e estava sentado em uma poltrona. Ela brigava com o sono, como toda criança pequena faz. Ouviamos “Meu Pé Meu Querido Pé”, CD do Hélio Ziskind. Quando chegou na 11º faixa, “Saquinho plástico“, ela começou a adormecer. E quando chegamos a faixa seguinte, “Marchinha da sereia“, ela já dormia profundamente. Srta. B tem a incrível habilidade de apagar de repente. Fecha os olhos e dorme, instantaneamente.

Naquele momento mágico muitas coisas passaram na minha cabeça. Não lembro de nenhuma, hehe, mas lembro de todos os detalhes daquele instante. Do sofá horroroso, da disposição do móveis na sala, da luz acesa, da trilha sonora, do amor incondicional que sentia. Disso eu lembro.

Guardei essa história pra mim por anos. Sei lá porque, mas só contei esses dias, depois de uma tentativa bem sucedida de acalmar o Sr. D tocando essas músicas no meu celular. A Sra. Paiéquemcria, depois de estranhar o que Hélio Ziskind fazia no meio de Velhas Virgens e afins, disse que ele reconheceu a música de quando eles ouviam durante sua gestação. O espaço que ficam essas músicas no meu disco rígido deve ter um buraco.

Beleza, o Sr. D também curtia a música, mas essa já tinha dona. Ainda não era a nossa música.

Indo a pé para o trabalho, ouvindo minhas músicas no modo aleatório, encontrei minha música com o Sr. D.

Com os olhos mareados (um cisco) e engolindo seco, fui trabalhar de coração leve.

——-

O Sr. Paiéquemcria tem um problema sério com cisco nos olhos.

recomendações – matéria

Tem duas coisas mais legais que a lista feita pela Revista Crescer:

  1. assistir com seu filho;
  2. você não precisa ser criança para gostar de muita coisa que eles listaram.

Eu senti falta de uma penca de programa, como toda lista, não agrada todo mundo. Beakman, Hei Arnold, Doug, Shaun, o carneiro…

Crescer – NOTÍCIAS – 30 programas que será uma pena seu filho não assistir.

——-

O Sr. Paiéquemcria está a poucos MB de ter O Mundo de Beakman completo.