Início > aniversário > uma breve história do tempo

uma breve história do tempo

1996: Após pouco mais de 2 anos de namoro, gravidez no final da adolescência. Ela no colegial, eu na faculdade.

1997: Casamento grávidos, ela com 21, eu com 19, emancipado pelos pais.

1997: Nasce Srta. B, primeiro neto das duas famílias. Morando de favor, um quarto para três.

2005 – 2007: Mudança pro apê, terapia, reboot no casamento.

2008: Segunda gravidez, aborto. Mudança de casa, nova etapa.

2009: Nasce Sr. D, o segundo primeiro filho.

2010: 13 anos juntos, gatona, e eu faria tudo isso de novo. Na boa.

Te amo, Sra. Paiéquemcria.

Como diz a canção, your love is king.

Anúncios
  1. Ana
    26/01/2010 às 10:37

    Pai é que cria, isso é que eu acho de colocar a vida em perspectiva! Parabéns pra vocês dois e essa família linda que vcs formaram. (Também tenho duas primeiras filhas. É muito desajeitado e divertido começar tudo de novo, né?)

    Ana (mãe da Lucia, do Diário Grávido)

    • 26/01/2010 às 13:21

      Olá, Ana! Que honra, fico muito feliz com sua visita por aqui!
      Ficou faltando uns aninhos antes de 1996, mas como era um post de aniversário de casamento, “encurtei” a história. Os anos antes do “enforcamento” ficam pra outro dia.
      Quando olho para trás, vejo que comecei de novo várias vezes… De vez em quando a vida da gente trava e só no tranco que vamos pra frente. Mas sempre vale a pena.

      Beijos na Lúcia e na Maria! Abraços ao Neural!

  2. 22/01/2010 às 16:39

    Que lindo Sr. Paiéquemcria!
    Obrigada pela visita. O projeto Dorme Mariana continua firme e forte!

  3. 22/01/2010 às 15:23

    Olá, obrigada por seu comentário em meu blog!
    Sobre o desmame, o caso do seu filho me parece bem parecido com o que aconteceu com o Bento. Ele dormia bem e de repente começou a acordar várias vezes à noite. Eu dava o peito, ele dormia, e logo acordava novamente. O peito é recomendado sim ao menos até os 6 meses, mas pode-se iniciar a complementação e continuar com o peito. A pediatra do meu filho indicou que eu desse o peito pela manhã, logo que ele acordasse, e também durante o dia, mas que na última mamada da noite eu desse o peito e o complemento (um após o outro). Se ele acordasse de madrugada com fome, que eu desse apenas a mamadeira, mas não o peito (pois como tinha pouco leite, ele acordaria de novo logo depois). Aos poucos, conforme meu leite foi secando, Bento foi tomando mais do complemento. Mas sugiro que você converse com o pediatra do seu filho, para que ele avalie se é esse o caso de vcs.
    Lembrando que o nascimento dos dentes também atrapalha o sono, pelo desconforto do inchaço da gengiva. Como seu filho tem 5 meses, pode ser isso também.
    Vou acompanhar seu blog para acompanhar os progressos do seu pequeno!
    Abs!

    • 22/01/2010 às 17:42

      Falamos com a pediatra dele, agora a tarde, e ela disse coisas muito parecidas.
      Decidimos esperar mais uns dias, vamos ver no que dá.
      Abraços! Grato pela visita!

  4. Lili Bollero
    16/01/2010 às 8:19

    que lindo! achei otimo o resumo da historia. e fico feliz q vc faria tudo de novo…

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: